top of page

Mercado de trabalho: você está pronto para ele?



O mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico e com isso as competências exigidas para que o profissional esteja preparado para assumir uma posição ou mesmo permanecer ativo na empresa aumentam numa velocidade enorme. Além do conhecimento técnico, os comportamentos têm um peso igual ou até maior do que a experiência na decisão de uma contratação ou promoção de cargo.


As competências comportamentais são consideradas fundamentais e as empresas buscam nos profissionais essas características, independentemente da posição que irão ocupar. Elas podem ser o fator decisório num processo seletivo, então, caso haja candidatos com experiência profissional, conhecimentos e habilidades técnicas semelhantes, o que poderá ajudar a empresa definir pela contratação é o perfil comportamental desse candidato. O perfil comportamental pode ser avaliado através de ferramentas específicas onde um profissional capacitado em Análise Comportamental poderá se utilizar dessas ferramentas para levantar de forma precisa, o perfil comportamental dos candidatos.


Algumas das competências comportamentais que podem ser avaliadas são:


· Habilidade em relacionar-se com outras pessoas: aqui não basta ser simpático e querer agradar todo mundo. Muitas vezes, para que um relacionamento seja positivo e maduro, saber dizer não em alguns momentos é de vital importância.

· Ter iniciativa: as empresas buscam profissionais que estejam dispostos a contribuir com o desenvolvimento de projetos, das equipes e da própria empresa. Não cabe mais aquele estilo de profissional que espera que tudo venha da outra parte. Se você quiser se destacar, tem que ter iniciativa.

· Comunicação: para que a sua comunicação seja “fluida”, é muito importante que você esteja atualizado com as informações do dia a dia. Leia jornais, busque informações sobre fatos que possam impactar os resultados do mercado e esteja preparado para responder alguns questionamentos nesse sentido caso seja questionado em alguma entrevista.

· Autoconfiança: acredite em você, no seu potencial, na sua experiência e demonstre isso para as outras pessoas, porém, sem arrogância.

· Resiliência: saiba se recuperar das intemperes de sua vida quando acontecer algum fato que possa lhe desestabilizar. Ninguém quer trabalhar com alguém que se abala diante da primeira dificuldade que encontra.

· Liderança:aqui não estou falando de posição hierárquica, falo aqui de ter o espírito de liderança, para por exemplo saber apresentar uma ideia, sustentar um posicionamento de forma coerente, ter maturidade para lidar com pessoas de estilos diferentes aos seus.


Outro fator que deve ser considerado quando você está buscando uma colocação profissional, uma recolocação ou mesmo almejando uma promoção na empresa que trabalha, é o marketing pessoal. Ele pode lhe ajudar na conquista deste objetivo. Já parou para pensar sobre que imagem você está passando para as pessoas? Há coerência entre a forma que você pensa que é e como as pessoas lhe vêem? Você ter consciência disso faz toda a diferença não só no aspecto profissional, mas nos seus relacionamentos pessoais também.


O seu currículo é a porta de entrada para que você consiga pelo menos ser convocado para uma entrevista de emprego. A elaboração do currículo requer alguns cuidados que são importantes para chamar a atenção do entrevistador e ele queira saber mais sobre você e sua trajetória profissional. Caso você tenha dúvidas sobre como elaborar o seu currículo de forma que não tenha excesso de informações ou falta delas, existem sites ou profissionais que poderão lhe orientar.


Imaginando que você tenha sido convocado para uma entrevista de emprego, e aí vem a dúvida: “como me vestir?”, “o que falar?”, “como me comportar?". Bem, vou relatar o que poderá ser verificado. Em primeiro lugar, o objetivo do entrevistador é verificar detalhes da experiência relatada no currículo. Ele poderá lhe perguntar sobre alguma atividade que você citou como experiência para analisar se tem afinidade com a atividade do cargo que você está pleiteando. Aqui também pode ser analisada em paralelo a sua desenvoltura (forma como fala e encadeia as ideias). Com relação a vestimenta, vista-se se forma natural, discreta mas dependendo da vaga que você está buscando, pode até vestir-se de forma mais despojada. Olhe nos olhos do entrevistador e de forma alguma fale mal da sua empresa anterior ou de seus empregadores.


Para resumir, algumas “dicas” básicas para você que irá participar de uma entrevista:

• Cumprimente o entrevistador ao chegar e ao sair

• Seja pontual

• Compareça à entrevista limpo e vestido adequadamente

• Não masque chicletes

• Desligue o celular

• Seja simpático e educado

• Olhe nos olhos da pessoa que entrevista

• Seja honesto em suas respostas

• Sente-se corretamente

• Mostre entusiasmo pelo trabalho

• Utilize linguagem apropriada

• Pergunte o que for necessário para compreender a tarefa a ser desempenhada

• Agradeça o entrevistador ao final da entrevista


Cuidando desses detalhes, você certamente terá grandes chances de conseguir ser bem sucedido em conseguir o emprego ou o cargo dos seus sonhos. Lembre-se também de sempre estar estudando e se atualizando das informações relativas ao seu trabalho ou informações sobre atualizações de fatos que estão em destaque nas notícias e que podem impactar o mercado financeiro. Conhecimento nunca é demais. Ah... mais uma coisa não menos importante e que pode influenciar na decisão da empresa em lhe contratar: cuide do que você posta em suas redes sociais. Muitas vezes ao checar a coerência do que você relatou numa entrevista ou demonstrou numa dinâmica de grupo por exemplo, vai ser colocada a prova e aí, se houver inconsistência, este fator poderá pesar na decisão, por melhor que seja a sua experiência profissional. Pense sobre isso e boa sorte.


Texto publicado na coluna "GESTÃO DE CARREIRA" do Jornal "O LONDRINENSE" no dia 02/02/23


Confira:

https://olondrinense.com.br/mercado-de-trabalho-voce-esta-pronto-para-ele

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page