October 29, 2016

February 2, 2016

Please reload

Posts Recentes

Coaching para equipes é alternativa para melhorar resultado de setores

April 30, 2016

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Cada ser humano nasce com o que precisa para vencer na vida, com as suas capacidades e limitações.

Quando dizemos que alguém é vencedor, estamos querendo dizer que é uma pessoa verdadeira, digna de confiança, receptiva e que age de acordo com o que pensa e fala.

Poucas pessoas são 100% vencedoras ou perdedoras. É uma questão de grau e de área da vida.

 

PERDEDORES

 

Os perdedores, apesar de nunca serem 100 % perdedores, em algum lugar da infância começam a evitar o tornarem-se responsáveis por eles mesmos.

Alguns perdedores se dizem bem sucedidos, mas ansiosos; bem sucedidos, mas enganados; bem sucedidos, mas infelizes.

Outros se revelam totalmente derrotados, sem nenhuma direção, incapazes de mudar, semimortos ou extremamente aborrecidos.

Ele não percebe que cavou sua própria sepultura ao longo da vida. Raramente vive o presente.

Quando vive no passado, ele pensa:

“Se ao menos tivesse casado com outra pessoa...”

“Se ao menos tivesse um emprego diferente...”

“Se ao menos tivesse terminado os estudos...”

“Se ao menos fosse simpático (bonita)...”

“Se ao menos meu marido (minha mulher) parasse de beber...”

“Se ao menos tivesse nascido rico...”

“Se ao menos tivesse melhores pais...”

 

Quando vive no futuro, sonha com algum milagre:

“Quando eu terminar os estudos...”

“Quando o Príncipe Encantado ou a Mulher Ideal finalmente aparecer...”

“Quando as crianças crescerem...”

“Quando começar um novo trabalho...”

“Quando chegar a minha vez...”

“Quando morrer o patrão...”

 

 As vezes pensa em alguma tragédia no futuro:

“E se eu perder o emprego...”

“E se perder a razão...”

“E se alguma coisa me acontecer...”

“E se quebrar a perna...”

“E se não gostarem de mim...”

“E se fizer algo errado...”

 

Como não vive no presente, fica sofrendo com o que aconteceu ou o que pode acontecer e não vê as oportunidades passarem à sua frente não conseguindo perceber corretamente o que está acontecendo agora.

Vê as coisas e a si mesmo de uma maneira distorcida da realidade e por isso não consegue resolver sozinho sua vida.

Como tem medo de ser rejeitado, passa boa parte do tempo representando. Finge, manipula e perpetua velhos papéis da infância. Emprega sua energia na manutenção de suas máscaras.

Tem medo de coisas novas. Conserva o seu próprio modo de ser. Quer mudar as coisas na sua vida, mas não faz nada para que isto ocorra.

Repete os mesmos erros seus e até os de sua família e ou cultura.

Tem dificuldade de dar e receber afeição. Não tem relaciona

mentos íntimos, honestos e diretos com os outros.

O perdedor não usa de maneira adequada sua inteligência e muito do seu potencial permanece dormente e irreconhecido.

Como o Príncipe Sapo do conto de fadas, está enfeitiçado e vive a vida sendo algo que não pretendia ser.

 

VENCEDORES